MPMS quer providências após denúncia sobre ações de consignados a indígenas

Procedimento foi aberto após denúncias recebidas pela promotoria; MPMS quer acompanhar providências que serão tomadas pelas autoridades.

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) instaurou procedimento administrativo para fiscalizar as ações que serão tomadas pelas autoridades em relação a denúncia de irregularidades em ações judiciais envolvendo empréstimos consignados de aposentados indígenas.

A abertura do processo n. º 09.2019.00002148-0 foi publicada no Diário Oficial do MP da próxima segunda-feira (17), já disponível para consulta.

Conforme a publicação, o caso será acompanhado pela 1ª Promotoria de Justiça de Amambai, sob condução da promotora de justiça Nara Mendes dos Santos Fernandes.

Seu objetivo será acompanhar e fiscalizar as providências que serão adotadas pelos órgãos competentes em relação a denúncias recebidas pela promotoria.

As denúncias envolvem irregularidades relacionadas a ações judiciais cíveis, ingressadas por advogado em relação a empréstimos bancários consignados nas aposentadorias de idosos. A maioria dos casos, apontou do MPMS, é referente a idosos que vivem nas aldeias indígenas da região.

Mais notícias