Prefeitura prevê R$ 5,9 milhões em pregão para informatizar veículos do município

Sesau é a pasta com maior investimentos na frota, passando dos R$ 2,3 milhões o valor estimado da licitação

A prefeitura de Campo Grande prevê gasto de até R$ 5.999,057,90 para informatizar a frota de veículos pertencentes ao poder público municipal. A licitação para tal serviço foi lançada no Diogrande desta quarta-feira (20) e será realizada na modalidade pregão eletrônico, do tipo menor preço global.

O regime de empreitada por preço unitário será adotado para atender várias secretarias e demais órgãos, como fundações e autarquias. Para essas, o valor do investimento previsto é de R$ 2.764.812,85, enquanto R$ 3.234.245,05 devem ficar para secretarias.

A pasta que prevê o maior gasto é a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), com custo de peças, mão de obra e taxa de administração – fixada em 1,25% – orçado em R$ 2.318.569,25. Em seguida aparece a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), com R$ 775.674,92.

PGM (Procuradoria Geral do Município) e IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande) aparecem como as pastas com alvo de menor investimento na frota de veículos, cada uma com, respectivamente, R$ 6.451,95 e R$ 6.451,59.

Especificada como licitação para “contratação de empresa para prestação de serviços de implantação e operação de sistema informatizado e integrado para gestão da frota de veículos”, o certame inclui tecnologia de cartão magnético, etiquetas ou tag para serviços de manutenção preventiva e corretiva dos veículos.

Além disso, a disputa prevê que os dispositivos gerenciem e controlem os veículos da frota da administração pública municipal. O pregão acontecerá no dia 3 de dezembro, pelo site www.licitacoes-e.com.br, a partir das 7h45, prazo máximo para entrega de propostas e quando será feita a abertura das mesmas.

Já o início da sessão de disputa de preços está marcada para às 8h. Todos os horários estão convertidos no fuso sul-mato-grossense, que é de uma hora a menos que Brasília (DF). O edital completo consta no mesmo site onde ocorrerá o certame.

Mais notícias