Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Prefeitura libera R$ 28,4 milhões para pavimentação asfáltica e drenagem nos ‘complexos José Tavares e Anache’

Empreiteira terá prazo de quase 1 ano para concluir os serviços

(Foto: Divulgação/PMCG)

Foi publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta segunda-feira (14), o extrato de R$ 28.452.811,33 (28 milhões, quatrocentos e cinquenta e dois e oitocentos e onze reais e cinquenta e um centavos), obtidos por meio do PAC 2 (2ª fase do Programa de Aceleração do Crescimento).

O extrato divulgado prevê a contratação de ‘contratação de empresa especializada para a execução de obras do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2 – pavimentação e qualificação de vias urbanas – ‘complexos José Tavares, que será contemplado com investimento de R$ 18.146.238,82 (dezoito milhões, cento e quarenta e seis mil, duzentos e trinta e oito reais e oitenta e dois centavos) e Anache’, que terá à disposição o montante de R$ 10.306.572,51 (dez milhões, trezentos e seis mil, quinhentos e setenta e dois reais e cinquenta e um centavos).

De acordo com o documento, o contrato com a empresa Equipe Engenharia Ltda – que prestará o serviço – foi celebrado em 19 de dezembro de 2018. Assinam o extrato o titular da Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fiorese, e João Carlos de Almeida, pela empreiteira.

O prazo de execução total das obras é de 360 dias. No entanto, eles começam a ser contados a partir do recebimento da ordem de execução dos serviços pela contratada, emitidos pela Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos).

Complexo José Tavares

No chamado Complexo José Tavares, a disputa na licitação reduziu em R$ 3,5 milhões o orçamento, de R$ 21.625.676,73 para R$ 18.146.238,82. O projeto prevê implantação de 4,3 km de drenagem, 14,12 quilômetros de pavimentação, 3,6 km de recapeamento, abrangendo ruas como o trecho final da Avenida Zulmira Borba (que no trecho entre a Avenida Cônsul Assaf Trad e a Jerônimo de Albuquerque será duplicada, dentro do projeto Nova Lima etapa A). Também será refeito o asfalto da Rosa Maria Lopes e da Santo Augusto.

Além do Residencial José Tavares do Couto, que dá nome ao complexo, receberão infraestrutura os conjuntos habitacionais Oscar Salazar, Silvestre I, II e III, Tarsila do Amaral, Vida Nova 2, José Prates, Coriolando da Silva Correa (I e II) e Parque Iguatemi, Tarsila do Amaral, Vida Nova II, José Prates, Coriolando da Silva Correa I e II e Parque Iguatemi.

Jardim Anache

A Prefeitura havia divulgado que as obras no Jardim Anache incluem a implantação de 2,5 quilômetros de drenagem; 11 quilômetros de pavimentação, 4,6 km de recapeamento, além de calçadas. Entre as vias que terão o pavimento refeito está a Rua Lino Villacha, principal acesso ao Hospital São Julião para quem chega pela Avenida Cônsul Assaf Trad. Também serão recapeadas ruas como a Francisco Pereira Coutinho, Farid Jorge, Hanna Anache e Elias Chacha, que receberá drenagem num trecho de 300 metros, para escoamento das águas pluviais no Córrego Botas.

A Rua Francisco Pereira, que começa no Anache e se estende até o prolongamento da Rua Marques de Herval (o corredor do Nova Lima), atravessa vários conjuntos habitacionais da região. A via será asfaltada no trecho ainda não pavimentado, após a Avenida Zulmira Borba.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...