MPMS aumenta valores e fecha contratos em R$ 300 mil e R$ 1 milhão por mês

O contrato entre o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e a empresa de telefonia Claro foi prorrogado por mais 12 meses, sem necessidade de licitação, conforme publicação feita no Diário Oficial do órgão ministerial. Além disso, também foi prorrogado o contrato com a empresa Orbenk Administração e Serviços.

Com validade entre 10 de outubro de 2019 e 10 de outubro de 2020, o contrato foi assinado no dia 9 e estima o gasto de R$ 298.033,27 por mês para a prestação de serviços de telecomunicação nas promotorias da instituição.

O extrato de contrato ainda revela que o valor do reajuste para os próximos 12 meses, em comparação com os anos anteriores, é de R$ 12.615,32 por mês, o que equivale a um aumento de 4,42%, relativo a aplicação do IST (Índice de Serviços de Telecomunicações).

Além disso, também foi ampliado em R$ 15.930,30 o valor do contrato entre o MPMS e a Orbenk Administração e Serviços em função do aumento de vagas para o cargo de Digitador. Assim, o acordo subiu para R$ 963.238,32, ainda valendo até o fim do ano.

Mais notícias