MPF recomenda e IFMS aumenta número de vagas para negros em concurso

Edital não cumpria lei que institui 20% das vagas para cotistas negros

O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) fará nesta terça-feira (18) um novo sorteio de vagas reservadas para candidatos negros em concurso público para professores. O sorteio de duas vagas foi anunciado depois de uma recomendação do MPF (Ministério Público Federal), que pedia que o instituto cumprisse a lei que institui 20% das vagas para cotistas negros.

O MPF pediu que o instituto aplicasse o percentual legal de reserva para negros. Entretanto, o edital reservava 14 vagas de ampla concorrência e apenas duas candidatos negros. O edital especificava que “somente haverá reserva imediata de vagas para os candidatos negros nos cargos com número de vagas igual ou superior a 3”, aplicando o percentual de reserva para negros sobre cada área oferecida e não sobre o número total de vagas.

O Ministério Público destaca que se o edital aplicasse os percentuais sobre o número de vagas, seriam quatro vagas reservadas aos candidatos negros, não duas. Nesta sexta-feira (14), o IFMS divulgou um novo sorteio, para cumprir com a recomendação do MPF.

Depois do sorteio, uma convocação complementar será feita para a Prova de Desempenho Didádico, exclusiva para os candidatos negros e PcD (Pessoas com Deficiência) que atingiram nota mínima na prova escrita. Com o novo sorteio de vagas, o cronograma do concurso público deve ser alterado.

Concurso público

O concurso do IFMS oferece 18 vagas para professores nas áreas de Administração, Arquitetura, Biologia, Educação Física, Informática/Redes, Português/Inglês e Química. Com carga horária semanal de 40 horas, a remuneração varia de R$ 4.463,93 a R$ 9.600,92.

Os aprovados poderão exercer as atividades em um dos dez campi do IFMS (Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas).

Mais notícias