Publicidade

Governo transforma 16 cargos comissionados em 5 de direção

Um dos cargos criados tem salário de R$24.376,89

Governador Reinaldo Azambuja e Eduardo Riedel. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O titular da Segov (Secretaria de Gestão Estratégica), Eduardo Riedel, transformou, a partir desta quarta-feira (10), 16 cargos de servidores comissionais em 5 cargos de direção executiva especial. Segundo o Governo, as na Administração Direta não resultarão em aumento de despesas ao Executivo.

Conforme resolução publicada no Diário Oficial do Estado, dez cargos em comissão de direção gerencial e assessoramento; dois cargos em comissão de gestão e assistência; dois cargos em comissão de gestão intermediária e assistência; e dois cargos em comissão de gestão operacional e assistência deixam de existir para dar lugar a postos com salários maiores.

Entre eles, está um cargo em comissão de administração superior e assessoramento, que tem a maior remuneração da máquina pública estadual, no valor de R$24.376,89, abaixo apenas do governador.

Os outros cargos criados são um em comissão de direção superior e assessoramento; dois cargos em comissão de direção especial e assessoramento, e um cargo em comissão de direção executiva e assessoramento.

A resolução tem efeito retroativo a partir de 1° de abril de 2019.

Mais notícias