Governo suplementa R$ 9,3 milhões para saúde e destina R$ 7,5 milhões ao Ministério Público

Decreto de crédito suplementar foi divulgado no DOE desta quarta-feira

O Governo de Mato Grosso do Sul decretou nesta quarta-feira (12) crédito suplementar de R$ 9.394.430,00 para o Fundo Especial de Saúde do Estado e R$ 7,5 milhões para o Ministério Público, de acordo com o DOE (Diário do Estado). O decreto foi assinado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e pelo secretário de Fazenda, Felipe Mattos.

Segundo a publicação, o valor total será destinado para a gestão e manutenção do Fundo Especial de Saúde. Na mesma pasta, foi cancelado R$ 40 mil em adequação da rede de serviços de atenção básica em saúde e suspenso R$ 354.430,00 na implementação de Ações, Programas e Estratégias de Atenção à Saúde.

Para o aperfeiçoamento da rede de Assistência Farmacêutica do Fundo Especial, foi cancelado R$ 1 milhão, mas repassado R$ 2.035.110,00.

O governo suplementou R$ 7,5 milhões para o Fundo Especial de Apoio e Desenvolvimento do Ministério Público, para modernização administrativa do órgão.

Já para o Fundo de Cultura foi suplementado R$ 2 milhões destinados para executar projetos das diversas linguagens artísticas e R$ 71 mil para manutenção e operacionalização da pasta.

Do Fundo de Investimentos Esportivos, foram cancelados R$ 74 mil que estavam destinados para manutenção e operacionalização da pasta e repassado para implementar o esporte e lazer no Estado. Ou seja, o dinheiro ficou na mesma pasta.

Mais notícias