Em homenagem, praça onde está Maria Fumaça pode levar nome de ex-secretário

Projeto de lei prevê nomear a praça onde está localizada a Maria Fumaça, na Avenida Calógeras, em Campo Grande, de José Marcos da Fonseca, ex-secretário da Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Gestão Urbana), que morreu na semana passada. O texto é assinado pelo presidente da Câmara Municipal, vereador João Rocha (PSDB).

O trem, que fica suspenso passando a impressão de que levantará voo, foi idealizado por José Marcos.  “Razão pela qual a homenagem configura-se justa e merecida”.

O ex-titular da pasta de Desenvolvimento e Urbanismo faleceu após sofrer um infarto, em decorrência de complicações no quadro de diabetes, em 1º de junho. Segundo o projeto, José Marcos foi um “grande profissional e grande ser humano”. “Foi secretário por várias gestões, sempre zelando por Campo Grande de maneira ímpar”.

Formado em Arquitetura e Urbanismo, José Marcos tinha especialização em gestão regional e urbana. Foi secretários em várias gestões e a última passagem pelo Executivo municipal foi entre 2017, quando o prefeito Marquinhos Trad (PSD) assumiu a prefeitura, e meados de 2018.

Entre as ações do ex-secretário, o presidente da Câmara elenca a atuação na elaboração do Plano Diretor, projeto que estabelece as diretrizes para o desenvolvimento da cidade, e instituição dos programas Aprove Fácil e Habite-se Legal, além do próprio monumento o qual a Câmara Municipal quer homenagear com seu nome.

Se aprovado pelos vereadores, a proposta será levada à Prefeitura da Capital, que terá a incumbência de substituir as placas e fazer as alterações nos registros e mapas municipais. A Maria Fumaça, inaugurada no fim de 2018, está localizada na Avenida Calógeras entre a Avenida Mato Grosso e Rua Antônio Maria Coelho.

Em homenagem, praça onde está Maria Fumaça pode levar nome de ex-secretário
Mais notícias