Publicidade

Digitho fecha contrato de R$ 3,2 milhões com a Secretaria de Educação

A empresa vai prestar serviços técnico administrativos à pasta

Secretaria de Educação no Parque dos Poderes. (Foto: Divulgação/Governo)

A DigithoBrasil Soluções em Software assinou um contrato de R$ 3.263.220,00 (três milhões e duzentos e sessenta e três mil e duzentos e vinte reais) com a Secretaria de Educação do Governo de Mato Grosso do Sul. O extrato do acordo foi publicado na edição desta terça-feira (23) do Diário Oficial do Estado.

Conforme a publicação, a empresa será responsável pela prestação de serviços técnico administrativo, com o objetivo de atender às necessidades da Secretaria. O contrato é válido por 12 meses e foi assinado, no último dia 15 de abril, pelo secretário-adjunto da Educação, Edio Antonio Resende De Castro, e a representante da empresa, Suely Aparecida Carrilhos de Almôas.

Somente em 2018 a empresa recebeu do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) cerca de R$ 47 milhões, sendo a maior parte oriunda do contrato com a Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda).

A Digitho já foi investigada pelo MPMS (Ministério Público Estadual), e foi um dos alvos do Gaeco durante a Operação Antivirus, que apurou a suposta prática dos crimes de corrupção, fraude em licitação, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro, envolvendo a prestação de serviços de empresas de tecnologia para o Detran.

Mais notícias