Publicidade

Ex-secretário de Puccinelli assume Gestão Estratégica de Reinaldo na Segov

Nomeação de Jader Rieffe Julianelli está no Diário Oficial desta segunda (15)

Diário Oficial desta segunda-feira (15) traz a exoneração de seis servidores comissionados e nomeação de outros 13 no Governo Estadual. Ex-secretário de Fazenda da gestão André Puccinelli (MDB), Jader Rieffe Julianelli Afonso, assume cargo de secretário especial na Segov (Secretaria de Gestão Estratégica) e terá maior salário entre as nomeações.

A remuneração prevista para o cargo, após a reforma administrativa do Governo, é de R$ 24,3 mil, valor abaixo apenas de secretários de Estado e do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Auditor de Renda concursado, Jader já foi adjunto na Segov, pasta comandada por Eduardo Riedel, que assina a publicação.

Ele foi um dos investigados na Operação Máquinas de Lama, deflagrada em 2017, para, segundo a Polícia Federal, desarticular suposta organização criminosa voltada a crimes de lavagem de dinheiro e fraudes em licitações, por meio de superfaturamento de obras públicas, aquisição fictícia ou ilícita de produtos e corrupção de agentes públicos.

Durante a operação, ele chegou a ser conduzido coercitivamente para depor na sede da PF, por “negociações suspeitas”. Em 2012, o agora secretário especial da Gestão Azambuja foi nomeado secretário estadual de Fazenda, após a saída de Mário Sérgio Lorenzetto.

Ao todo, são seis exonerações e 13 nomeações. Há designações para o Imasul (Instituto de Meio Ambiente), Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito), Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), SES (Secretaria de Estado de Saúde) e Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho).

Na lista de exonerados, constam três servidores da Sedhast, Funsau (Fundação de Serviços de Saúde), Segov, Fundação de Cultura e Detran-MS. A lista completa pode ser conferida entre as páginas 58 e 60 do Diário Oficial.

Mais notícias