Aquário do Pantanal: Governo publica terceiro edital de retomada das obras

Empresas interessadas a concorrer precisam retirar o material até o dia 25 de outubro na sede da Agesul

A Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos) lançou nesta terça-feira (24) o terceiro edital de licitação de retomada das obras do Aquário do Pantanal para a conclusão das monocapas e do revestimento de alumínio composto dos forros internos (do auditório e biblioteca).

O coordenador de obras do Aquário do Pantanal, Gamaliel Jurumenha, reforçou o compromisso do Estado com a retomada das obras. “A publicação de mais um edital dentro do prazo anunciado reforça o compromisso e transparência com os quais este governo está conduzindo o processo de retomada das obras”, diz.

Empresas interessadas a concorrer precisam retirar o material até o dia 25 de outubro na sede da agência, na Avenida Desembargador José Nunes da Cunha, bloco 14, Parque dos Poderes. A abertura está marcada para o dia 28 de outubro, às 8h.

Arquivos técnicos podem ser consultados no site da Agesul. Para outras informações, o edital está disponível no DOE (Diário Oficial do Estado) página 116. Clique aqui.

Obras

Iniciada em 2011, a construção com a promessa de ser o maior aquário de água doce do mundo, foi orçada em R$ 80 milhões, mas hoje os gastos superam R$ 200 milhões, em cálculos não oficiais.

Desde 2015, quando Azambuja assumiu o governo, o Aquário, ainda inacabado, foi retomado algumas vezes, por pouco tempo até parar de vez em 2016. Decisões judiciais barraram empresa investigada e também o acordo que o Estado tentava para não precisar abrir nova licitação.

A última questão envolvendo a Justiça foi sobre o uso de R$ 34 milhões de verba ambiental para conclusão do prédio. O MPE-MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) entendeu que o dinheiro não deveria ser usado porque o Aquário do Pantanal se trata de local turístico. A Justiça acatou o posicionamento do Executivo estadual de que, além do cunho de lazer, o empreendimento abrigará pesquisas científicas também.

Mais notícias