Agesul reabre licitação do Aquário do Pantanal após empresas descumprirem exigências

Terceira licitação para conclusão do Aquário será reaberta no dia 20 de janeiro

As duas empresas que concorreram em outubro à licitação para conclusão do revestimento de alumínio composto, forro e monocapa do Aquário do Pantanal, localizado no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande, foram inabilitadas e a Agesul (Agência de Gestão de Empreendimentos) reabriu a concorrência para 20 de janeiro.

Segundo a Agência, as empresas de São Paulo e Mato Grosso do Sul disputaram a licitação de R$ 4.434.413,03. Mas, elas foram inabilitadas pela Comissão de Licitação por ausência de cumprimento de exigências previstas no edital. 

Conforme a Agesul, foi aberto prazo para que ambas se readequassem, mas, no dia 2 deste mês, as duas empresas não cumpriram com a forma estabelecida quanto à entrega da documentação. Sendo assim, em razão do processo de licitação ter sido declarado fracassado, foi aberta nova licitação.

A licitação será aberta em 20 de janeiro, às 9h, na avenida Desembargador José Nunes da Cunha, Parque dos Poderes. O edital estará disponível na sede da Agesul. 

Terceira licitação

No dia 20 de outubro, três empresas tinham se interessado na concorrência, contudo, uma não entregou a documentação, portanto foi desclassificada. As duas concorrentes foram Aluminiun, de Campo Grande, e Alubonde, de São Paulo. 

Depois de verificar as informações trazidas pelas concorrentes, a Comissão de Licitação fechou a concorrência e anunciou uma reunião reservada, para análise da capacidade técnica.

Mais notícias