Sefaz tem gastos de quase R$ 102 milhões com servidores e serviços em setembro

Valores foram publicados no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira

A Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) teve R$ 101,9 milhões em gastos, no mês de setembro, com servidores e prestadoras de serviços conforme publicação no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (6). São dezenas de itens de autorização e emissão de nota de empenho pelo ordenador de despesas.

No balanço, que tem início na página 3 e segue até a página 12 do DOE, as maiores somas são referentes a “despesas com a folha de pagamento de pessoal”, no total de R$ 43,2 milhões.

Despesas com obrigações patronais são outros itens que ajudam a elevar o montante, pois representam R$ 41,4 milhões.

Outros valores que chamam a atenção são R$ 4,5 milhões para despesas com serviços de alocação de horas técnicas na área de informática e fornecimento de sistemas de informática para a empresa Digithobrasil Soluçoes em Software Ltda.

Licença de uso de módulo de prestação de contas, incluindo serviço de consultoria técnica, custou R$ 973 mil. Despesas com serviços técnicos profissionais da Geoi2 Tecnologia da Informação Ltda-ME foram R$ 1,2 milhão. Outros R$ 1,5 milhão foram para a Psg – Tecnologia Aplicada Ltda, despesas com serviços de processamento de dados; e R$ 1,9 milhão a Mil Tec Tecnologia Da Informação Ltda.

Há também despesas com pagamento de diárias dentro do Estado aos servidores da Secretaria de Fazenda, no valor de R$ 200 mil. E R$ 500 mil com pagamento de tarifas bancárias sobre prestação de serviço de recebimento e repasse de tributos e demais receitas estaduais ao Banco Bradesco.