Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Agesul investiga queda de ponte em Jardim e empreiteira deve fazer reparo

Ponte cedeu no último dia de fevereiro

 

 

Desde a última quarta-feira (28) produtores da zona rural de Jardim, no Sudoeste do Estado, sofrem para deixar a região e escoar a produção depois do desabamento parcial de uma ponte sobre o Rio dos Velhos, distante cerca de 25km da cidade. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) quer investigar o que motivou o estrago na estrutura.

“O Governo está tomando todas as providências legais para que as irregularidades na estrutura da ponte de Jardim sejam sanadas o mais rápido possível, e assim garantirmos o ir e vir às pessoas, o retorno à escola das crianças dos assentamentos, e também o escoamento da produção da região”, disse o governador, por meio de sua assessoria neste sábado (3).

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) abriu processo de contratação de um perito para investigação das causas da queda de parte da estrutura da ponte, que não suportou a força da correnteza no rio, cujo volume subiu em decorrência das fortes chuvas das últimas semanas na região.

O governo alega que só de posse desse laudo pericial poderá acionar na justiça a empreiteira responsável pela obra, a Sipav Engenharia, para determinar o reparo na estrutura da ponte, construída no último ano da gestão de André Puccinelli (MDB), em 2014.

“Determinei também que todas as demais pontes de concreto sejam periciadas para evitarmos futuros transtornos”, revelou Azambuja.

A Agesul reforçou essa semana que já trabalha, em parceria com a Prefeitura de Jardim, na abertura de um desvio na região conhecida como Água Amarela, uma alternativa para o escoamento da produção local. O novo acesso deve ser concluído no começo da próxima semana.

Você pode gostar também