Por R$ 14 milhões, Governo entrega Central de Vagas do SUS para Instituto

Valor será repassado pelos próximos 12 meses

A Secretaria de Estado de Saúde divulgou nesta quarta-feira (20) o nome da organização social que deverá administrar o Complexo Regulador do Estado, unidade que vai concentrar o atendimento de especialistas e internações de pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) de todo o território estadual. O Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde irá gerir o complexo pelo próximo ano por R$ 14,2 milhões.

A nova unidade com sede em Campo Grande ainda não foi inaugurada, mas de acordo com o secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, o Complexo Regulador deve começar a funcionar ainda neste mês de julho. O valor de R$ 14 milhões deverá ser pago à OS (Organização Social) responsável parceladamente pelos próximos doze meses.

O secretário também disse, à época da abertura do processo de chamamento público, que a organização sem fins lucrativos deverá seguir rigorosamente os protocolos estaduais. O Instituto deverá manter o controle operacional de todo o Complexo, enquanto o Estado fica responsável apenas pelo repasse dos valores para manutenção da instituição.

Atualmente, o IABAS (Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde) tem área de atuação nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. De acordo com a coordenadoria estadual de auditoria, Denise Lucena, a Organização Social deverá atuar com qualidade, sem fins lucrativos e cumprindo todos os requisitos da lei. Em Ponta Porã, outra OS foi licitada para administrar o Hospital Regional do município, ainda no mês de junho.

(Sob supervisão de Evelin Araujo)

Por R$ 14 milhões, Governo entrega Central de Vagas do SUS para Instituto
Mais notícias