Política / Transparência

MPE vai investigar contratação sem licitação de empresa pela Prefeitura

Prefeitura já cancelou contrato que mantinha

Midiamax Publicado em 15/12/2015, às 12h16

None
mpe.jpg

Prefeitura já cancelou contrato que mantinha

O MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) abriu inquérito para investigar a contratação da empresa Taira Prestadora de Serviço Ltda, supostamente sem licitação. A mensagem sobre a instauração do processo foi publicada no Diário Oficial do Ministério Público, desta terça-feira (15). A empresa mantém contrato milionário, concedido em caráter de urgência, portanto sem licitação, para manutenção dos cemitérios.

Conforme publicado, será apurada “eventual lesão ao patrimônio público na contratação pelo Município de Campo Grande, nos anos de 2014 e 2015, da Empresa Taira Prestadora de Serviço Ltda., supostamente sem licitação”.

Acionada, a Prefeitura de Campo Grande, por meio de sua assessoria de comunicação, disse que o Executivo Municipal já cancelou o convênio que mantinha com a empresa, anteriormente, "por problemas no contratuais".

No início deste mês, o MPE já havia recomendado à Prefeitura de Campo Grande a não renovação ou celebração de novos contratos com a empresa, diante das péssimas condições dos cemitérios públicos municipais.

Em julho deste ano, a empresa Taira Prestadora de Serviços conseguiu contrato por meio da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) de R$ 1.162.800 milhão para prestar serviço nos cemitérios públicos da Capital.

A contratação, válida por 180 dias, foi feita com dispensa de licitação, e o valor será pago em seis parcelas de R$ 193.800 mil, conforme publicação no Diário Oficial de Campo Grande. Até maio deste ano, a Taira tinha pelo menos dois contratos com o Executivo que juntos somavam mais de R$ 1 milhão, também referentes à manutenção dos cemitérios da cidade.

Jornal Midiamax