Política / Transparência

MPE investiga contrato de R$ 18,3 milhões por suspeita de superfaturamento

Valor foi destinado para execução de serviços oftalmológicos com empresa paulista 

Midiamax Publicado em 10/12/2015, às 15h16

None
caravana.jpg

Valor foi destinado para execução de serviços oftalmológicos com empresa paulista 

Um contrato no valor de R$ 18,3 milhões, firmado entre o governo do Estado e o Instituto de Olhos Fábio Vieira S/S, está sendo investigado pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). Conforme publicação, nesta quinta-feira (10) no Diário Oficial do órgão, a suspeita é de superfaturamento

De acordo com o edital nº 065/2015, a 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da comarca de Campo Grande converteu um procedimento preparatório em inquérito civil, para investigar as possíveis irregularidades na contratação da empresa.

Contrato

O governo contratou a empresa, em março deste ano, por R$ 18,3 milhões para realização de serviços oftalmológicos. Conforme a publicação, o contrato é válido até março de 2016, onde parte do serviço seria prestado por meio do programa Caravana da Saúde.

O Instituto de Olhos Fábio Vieira é do interior de São Paulo e já teve problemas no Distrito Federal. Em dezembro de 2014, a justiça determinou a suspensão do pagamento de valores por parte da Secretaria de Saúde local ao instituto, por suspeita de irregularidades nos custos e forma de contratação.

Jornal Midiamax