Ministério Público vai investigar mais uma Câmara por supostas irregularidades

Câmara e secretária de educação de Sidrolândia serão investigadas

O Diário Oficial do MPE (Ministério Público Estadual) trouxe a publicação de dois inquéritos civis que envolvem o município de Sidrolândia, distante 66 km da Capital. Um sobre Câmara Municipal e outro sobre a Secretaria de Educação.

O primeiro inquérito tem como requerente a ouvidoria do MPE, e vai ‘apurar possíveis irregularidades em gastos da Câmara Municipal de Sidrolândia’.

Ações do Ministério Público já levaram comissões processantes em alguns legislativos municipais, como Naviraí e Ribas do Rio Pardo, que tiveram diversos vereadores cassados por crimes como improbidade administrativa e formação de quadrilha.

A promotora Daniele Borghetti Zampieri de Oliveira, da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Sidrolândia, também tornou pública a instauração de um inquérito que vai apurar ‘contratos omissos quanto à localidade de prestação de serviço de servidores municipais, irregularidade na contratação de servidores para a execução de serviços gerais na Secretaria de educação’.

De acordo com a denúncia que está sendo investigada pelo MPE, os tal serviço tem sido realizado por uma empresa terceirizada, e há ‘desvio de função de servidor contratado para prestar serviço na Secretaria de Educação, mas que na prática se encontra trabalhando na Secretaria de Esportes’.

Por fim, o Ministério Público também vai apurar denúncias de ‘irregularidade na contratação de empresas para a prestação de serviço de transporte escolar municipal’. 

Ministério Público vai investigar mais uma Câmara por supostas irregularidades
Mais notícias