Política / Transparência

Empresários acusados de corrupção no governo Zeca são alvo de nova investigação

MPE instaurou inquérito civil para apurar desvio de recursos estaduais 

Midiamax Publicado em 03/12/2015, às 12h58

None
mpems.jpg

MPE instaurou inquérito civil para apurar desvio de recursos estaduais 

O (MPMS) Ministério Publico de Mato Mato Grosso Sul instaurou inquérito civil para apurar irregularidades em movimentações financeiras dos empresários Giovane Favieri e Armando Peralta Barbosa. Eles são acusados de envolvimento em desvio de recursos públicos do Estado, conforme publicação nesta quinta-feira (3) no Diário Oficial do Estado.

Em 2009, Favieri e Barbosa tiveram seus nomes atrelados em suposto esquema de corrupção envolvendo empresários, servidores públicos e agentes políticos do Estado, entre os quais, o ex-governador e atual parlamentar federal, Zeca do PT.

Na época, o MPE instaurou processo para investigar crimes de responsabilidade de funcionários públicos e peculato. A ação ainda corre no Tribunal de Justiça, através da 2ª Vara Criminal. Além dos empresários citados e de Zeca do PT, são réus nesta ação: Raufi Antônio Jaccoud Marques, Oscar Ramos Gaspar, Ivanete Leite Martins, Ana Lúcia Rodrigues Rosa Tavares, Jose Roberto dos Santos e Hugo Sérgio Siqueira Borges.

Conforme o edital publicado hoje, a 30ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Comarca de Campo Grande apura “irregularidades em movimentações financeiras de pessoas físicas e jurídicas supostamente envolvidas em desvios de recursos públicos no Estado de Mato Grosso do Sul”. A decisão foi assinada pelo promotor Alexandre Pinto Capibaribe. (Supervisão Jéssica Benitez)

Jornal Midiamax