Eleições 2020: Bolsonaro põe caronistas no acostamento

Decisão do presidente de não apoiar candidaturas no primeiro turno de 2020 muda cenário em Campo Grande

Presidente Jair Bolsonaro. (Foto: reprodução/Isac Nóbrega/Presidência da República)

Três meses antes das eleições 2020, Bolsonaro colocou no acostamento ‘caronistas’ que sonhavam com prestígio do presidente em redutos eleitorais para disputa municipal. Por isso, a decisão de não endossar uma ‘candidatura bolsonarista’ muda o cenário em Campo Grande.

Articuladores que acompanham a movimentação de candidaturas projetadas para tentar minimizar a vantagem eleitoral de quem vai bem nas pesquisas internas terão que refazer cálculos, acordos e conchavos.

Desta forma, não será surpresa se o número de pré-candidaturas diminuir drasticamente nos próximos dias.

Nas eleições 2020, Bolsonaro fora do primeiro turno torna os perfis que antes pareciam adequados à tática de ‘quebra de voto’ apenas gasto dispensável.

: Bolsonaro escolhe só no

Assim, a decisão do presidente de não apoiar candidaturas no primeiro turno contorna a falta de articulação, que deixou sem partido em ano eleitoral, com uma tática eficiente.

Ou seja, o presidente vai aplicar o critério do ‘quem pode mais chora menos’, e só escolher lados nas disputas pelas prefeituras no .

Apesar de continuar as conversas com 3 partidos, inclusive com o PSL de onde saiu, Bolsonaro adia para 2021 a decisão política que pode definir os rumos de eventual reeleição na corrida presidencial de 2022, se libera para apostas eleitorais em 2020

Tá por dentro? Conta pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no  do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Eleições 2020: Bolsonaro põe caronistas no acostamento
Mais notícias