Pegou mal

Tentativa de agradar por ter dose errada para efeitos no mérito (Ilustração, Web)

Recente promoção funcional que descaradamente teria privilegiado servidor com laços familiares interessantes pegou muito mal porque aconteceu justamente às vésperas de evento implicando indiretamente as duas pontas da suposta relação inapropriada.

Como em terras pantaneiras o ritmo das negociações anda descaradamente sem preocupações com exposição, alguns já temem erro na dose para quem é de fora. Risco do tiro sair pela culatra no mérito, mesmo com resultado positivo imediato, é grande segundo quem acompanha o caso de perto.

Mais notícias