[ BASTIDORES ] Tramitação relâmpago

Relâmpago

A tramitação da reforma da Previdência dos servidores de Campo Grande foi a jato. O projeto deu entrada no sistema da Câmara às 10h22. Pouco depois das 12h, estava aprovado.

Não apareceu

Antes da votação, porém, os vereadores estiveram reunidos com o prefeito Marquinhos Trad (PSD) por mais de uma hora. Ao fim, a certeza de que a proposta passaria pelo crivo dos vereadores de forma favorável ao município.

Surpresa

A tramitação repentina pegou os servidores de surpresa. O plenário estava lotado de professores, que esperavam a apreciação de outras demandas, e ficaram quase sem reação diante do que estava acontecendo.

Sem bombas

No frigir dos ovos, a votação da reforma na Câmara foi muito mais tranquila do que a na Assembleia Legislativa no Parque dos Poderes, onde, no fim de 2017, teve cavalaria da PM, bombas de efeito moral e vidraça quebrada.

Estratégia

Um dos arquitetos da votação saiu satisfeito com a forma de como tudo se deu, celebrando o sucesso enquanto caminhava em direção ao seu gabinete. Apesar da pauta bomba, até que foi bem pacífico, na medida do possível.

Mais notícias