Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Ministro ou advogado?

Advogado O ministro da Educação Milton Ribeiro aproveitou a passagem por Mato Grosso do Sul para sair em defesa do chefe, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). ‘Menos corrupto’ Leia também: [ BASTIDORES ] Um programa pelo outro [ BASTIDORES ] Suplente na fila de espera Segundo ele, “Bolsonaro pode ser chamado de tudo, menos […]

Da Redação Publicado em 09/03/2021, às 06h00

None

Advogado

O ministro da Educação Milton Ribeiro aproveitou a passagem por Mato Grosso do Sul para sair em defesa do chefe, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

‘Menos corrupto’

Segundo ele, “Bolsonaro pode ser chamado de tudo, menos de corrupto, ele não deixa ninguém roubar”. Durante discurso, a voz de Ribeiro sumiu depois de agradecer em nome do presidente. O ministro sequer cogitou a possibilidade de uma falha técnica no microfone.

Censura?

“Estão tentando me censurar, mas aqui não”, disparou. Milton Ribeiro ainda dispensou o uso da máscara durante a fala, mas afirmou, aos risos, que não é “negacionista e nem contra vacina”.

Filosofando

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, fez um comentário enigmático sobre a decisão do STF que anulou os processos do ex-presidente Lula. Indiretamente, ele citou o presidente Jair Bolsonaro.
Decifra-me ou…
“Os extremos comemoram, pois se nutrem um do outro. A ruptura da liga social brasileira avança. Mais que nunca o povo de bem terá que apontar o caminho para pacificar esse país”, escreveu no Twitter.

Tímidos

Outros históricos membros do PT, como o deputado federal Vander Loubet, foram mais contidos. “Tardou, mas a justiça foi feita com nosso ex-presidente Lula”, tuitou.

É sério isso?

O vereador Ronilço Guerreiro (Podemos) resolveu presentear mulheres da Câmara Municipal de Campo Grande com livros, ontem (8), Dia Internacional da Mulher. Algumas receberam publicações sobre cuidados básicos com o cabelo e dicas de maquiagem.

Jornal Midiamax