Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Aliviou para o presidente

Da Redação Publicado em 06/04/2021, às 06h00

None

Aliviou

Apesar de incentivar a adesão à campanha de vacinação contra a covid-19, o deputado federal Luiz Ovando (PSL-MS) aliviou para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) - que ainda não foi imunizado. Em vídeo publicado nas redes sociais, intitulado “Bolsonaro não quer tomar vacina? Entenda”, o parlamentar diz que Bolsonaro é “autêntico e coerente”, lembra que o presidente já foi infectado, mas não responde exatamente porque ele não quer ser imunizado.

Sem fundamentos

Ovando desafia os críticos de Bolsonaro a responder perguntas sobre a fase 4 do desenvolvimento de uma vacina. O estágio nada mais é do que a fase de disponibilização à população e os estudos decorrentes disso. Em contraponto à defesa pela adesão à vacinação, o deputado diz que Bolsonaro não pode ser criticado “sem fundamentos”. O presidente tem 66 anos e entrou no grupo prioritário da vacina no Distrito Federal no último sábado (3).

Essas pessoas em último lugar

A Câmara Municipal de Campo Grande pode "cutucar" antigas feridas nesta terça-feira (6) ao analisar projeto de decreto legislativo que aprova parecer do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado) que desaprovou as contas dos ex-prefeitos Alcides Bernal (PP) e Gilmar Olarte. A decisão da corte apontou várias irregularidades na gestão dos dois.

Lembro deles

Alguns vereadores ainda devem se recordar das rusgas com Bernal. O ex-prefeito enfrentou ampla oposição na Casa, que culminou na cassação de seu mandato em março de 2014. O atual presidente, Carlão (PSB), foi um dos 26 que votaram para afastar o pepista do cargo.

Caído em desgraça

Se aprovado, o projeto pode aumentar a coleção de derrotas de Gilmar Olarte. Afastado da prefeitura e preso, ele renunciou ao cargo após operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado). No mês passado, a defesa do ex-prefeito perdeu prazo de recurso no STJ (Superior Tribunal de Justiça), o que o deixa mais próximo de ser preso novamente, dessa vez no escândalo dos cheques em branco.

Tempo demais

O deputado estadual Capitão Contar (PSL) criticou a demora no processamento de testes da Covid-19. " Nos postos de saúde, o paciente deve apresentar de 5 a 10 dias de sintomas para realizar o exame. Já na Central Disque-Covid, os testes são agendados dentro de 2 a 3 dias e com resultados entre 3 a 5 dias", escreveu no Facebook. Ele pediu mais agilidade no processo, em meio ao pior momento da pandemia.

Outra pandemia

O secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende, voltou a reclamar na live do Governo do Estado do boletim do novo coronavírus da onda de notícias falsas. "Aqueles que teimam em disseminar fake news, vão dar com os burros n'água. Vamos continuar na mesma toada da ciência. Esse tipo de notícia falsa nos move, queremos trabalhar para salvar as vidas desses desocupados que espalham essas fake news. Quando eles precisarem de tubo de oxigênio, do tratamento, estaremos lá como irmãos", afirmou.

Ela voltou

A live desta segunda-feira (4) marcou a volta da parceira de Resende na pasta, a secretária-adjunta Crhistinne Maymone. Na semana passada, Crhistinne deu lugar ao secretário de estado de Governo, Sérgio Murilo, e na sexta-feira (2), não houve live devido ao feriado. Bisavô Logo após o nascimento, o deputado estadual Zé Teixeira (DEM) e a esposa, Ivanilde, puderam conhecer o bisneto Antônio. A criança nasceu no dia 1º.

Jornal Midiamax