[ BASTIDORES ] Vai terminar em pizza?

Pizza 1

A movimentação na ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) indica que a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) vai dar em pizza.

Pizza 2

Após a saída do membro João Henrique Catan (PL), outro integrante, Renato Câmara (MDB) não compareceu na última reunião realizada na última quarta-feira (5) e o vice-presidente da CPI, Capitão Contar (PSL) já pediu ao presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB) a substituição do faltante.

Sem projetos

Com o atraso na formação dos blocos na ALMS, ainda não foram definidos os membros das 16 comissões da Casa e nem da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação).

Ano eleitoral

Com isso, na segunda semana do retorno dos trabalhos legislativos, ainda não tem projeto de 2020 sendo analisado e votado pelos deputados. Ano eleitoral e nenhum deputado quer se comprometer com comissões.

Sem tempo

A CCJR tinha Lídio Lopes (Patriota) como presidente, mas, como o deputado comanda o partido no Estado, disse que não terá tempo para se dedicar à Comissão mais importante da Casa.

Dois em um

Barbosinha (DEM) é pré-candidato a prefeito em Dourados e anunciou que em 2020 vai se dedicar ao seu mandato e ao seu projeto de pré-candidatura.

Parceiros?

Em meio às indefinições da candidatura de reeleição do prefeito, membro ligado ao processo diz que, por ele, o candidato a vice seria o presidente da Câmara, João Rocha. Isso se a parceira entre PSDB e PSD, que falam, se concretizar nos próximos meses

Mais notícias