[ BASTIDORES ] Sem moral em casa

Sem moral

Cada vez mais o governador Reinaldo Azambuja perde força dentro da Assembleia Legislativa. Seus projetos não estão livres de críticas mesmo da sua base de apoio.

Mais imposto não!

Há duas semanas, proposta que faria o (Imposto sobre a Transmissão Causa Mortis e Doação) sobre a previdência privada foi tachado até de inconstitucional. Deputados antes alinhadíssimos com Reinaldo sugeriram alterar o texto para evitar a cobrança.

Deixa quieto

Para evitar outro vexame, a matéria terminou 2020 sem passar pela segunda votação. O projeto nem sequer entrou na pauta da última semana de trabahos.

Feliz Mesa Nova

A Assembleia deve se reunir brevemente em 1º de janeiro para dar posse à do período 2021/2023. As sessões só devem ocorrer novamente em fevereiro.

Saiba mais:

Nem tão nova assim

A eleição foi realizada neste mês e se reelegeu toda a atual composição: Paulo Corrêa (presidente, ), Eduardo Rocha (1º vice-presidente, ), Neno Razuk (2º vice-presidente, PTB), Antonio Vaz (3º vice-presidente, Republicanos), Zé Teixeira (1º secretário, DEM), Herculano Borges (2º secretário, Solidariedade) e Pedro Kemp (3º secretário, PT).

Deve ser a pandemia

A Casa de Leis encerra este ano aprovando menos projetos do que em 2019. No ano passado, foram 502 projetos apresentados e em 2020, foram 316.

Um pouco mais de empenho

Apesar da pandemia do novo coronavírus, a Comissão de Constituição, Justiça e Redação – principal colegiado da Casa – não teve sua produtividade tão afetada. De 515 projetos analisados em 2019, foram 484 apreciados neste ano.

Já chega

Após limpar a pauta, a cancelou a sessão extraordinária prevista para esta terça-feira (22). Com dez projetos, a sessão ordinária neste dia deve ser marcada também por despedidas dos vereadores que não foram reeleitos, já que é a última reunião de 2020.

[ BASTIDORES ] Sem moral em casa
Mais notícias