Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

[BASTIDORES] Cargos na Assembleia

Sem capital

Depois de ver sua bancada reduzir pela metade, o PT agora perde para os novatos poder de negociação em busca de cargos na Assembleia Legislativa.

Perdeu

‘Dona’ do cargo, há tempos, a sigla deve ficar de fora da comunicação da Casa de Leis e se conformar com cargo costumeiramente esquecido nos arranjos, tanto que nem função especifica tem.

Sem surpresas

Recordista, parlamentar decidiu romper acordo feito pelo grupo para continuar levantando bandeira de renovação, hasteada desde que manifestou interesse em disputar cargo eletivo.

Sozinho?

Descontente e sem revelar se é apenas um navegante solitário, ele alfineta os colegas, dizendo que participar de “acordão” não é de seu feitio.

Retorno

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), acabou de retornar de Brasília – onde se reuniu com os ministros sul-mato-grossenses, Tereza Cristina e Luiz Henrique Mandetta -, mas já tem viagem de retorno à capital federal programada.

Demandas

Marquinhos afirma que os ministros estão montando suas equipes e que em fevereiro ele deve retornar para discutir as demandas apresentadas na semana passada aos ministros de Jair Bolsonaro.

Nem assumiu

Paulo Corrêa (PSDB) nem foi oficialmente eleito como presidente da Assembleia Legislativa, mas já tem recebido solicitações. O prefeito da Capital pediu ao futuro chefe da Casa uma atenção especial à situação das cobranças consideradas abusivas nas contas de energia de consumidores do Estado.

Corrida eleitoral

Mal acabaram as Eleições de 2018 a corrida eleitoral para a Prefeitura de Três Lagoas já pode ter tido início, pelo menos nos bastidores.

Distanciamento

Abertamente ninguém fala sobre o tema, no entanto, rachas em algumas alianças políticas começam a aparecer na imprensa local, como o distanciamento e algumas críticas por parte do presidente da Câmara, André Bitencourt (PSDB), ao prefeito atual, Angelo Guerreiro (PSDB).

Páreo

O que indica que Bitencourt poderia ser um futuro adversário, caso troque de legenda. Também podem entrar no páreo os vereadores Renée Venâncio (PSD) e Davis Martinelli (Pros), bem como o presidente regional do Pros, Fabrício Venturolli.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...