Simone espera apoio de três partidos e diz que disputa será voto a voto

Senadora concorre à presidência do Senado e conta com o endosso de PSDB, Podemos e Cidadania

A senadora (-MS), candidata à presidência do Senado Federal, acredita que a disputa com Rodrigo Pacheco (-MG) será acirrada. Ao Jornal Midiamax, ela elencou os apoios que espera obter ainda nesta semana.

“Estamos na expectativa do , do e do Cidadania. Entre hoje e sexta, teremos novidades. Acredito que a disputa seja voto a voto, e nem toda legenda acompanha. De qualquer forma, estou bastante otimista”, resumiu.

O MDB confirmou ontem, terça-feira (12), a candidatura da sul-mato-grossense. Na entrevista coletiva à imprensa, ela frisou que, apesar de Pacheco ter aval do governo, ela não está disputando como oposicionista.

“A candidatura não é situação nem oposição. É independente, harmônica com os poderes, em favor do Brasil”,  declarou.

A senadora lançou sua pré-candidatura em dezembro. O acordo na bancada era que seria indicado aquele que obtivesse maior aceitação em outros partidos.

Simone espera apoio de três partidos e diz que disputa será voto a voto
Mais notícias