Em Brasília, Marquinhos discute sobre hospital nas Moreninhas e recursos para a Santa Casa

No ano passado a Capital recebeu pelo menos R$ 80 milhões em emendas parlamentares

Em visita a Brasília nesta terça-feira (23), o prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad () discutiu sobre a viabilidade de recursos para a Capital nos ministérios e com a bancada federal de MS. Entre a pauta das reuniões estavam a pavimentação em vários bairros e obras de contenção de enchentes no Rio Anhanduí.

O secretário de Finanças do município, Neto, que acompanhou Marquinhos nas reuniões, destacou em especial três assuntos que foram discutidos e definiu a viagem à capital federal como “muito produtiva”.

Com a bancada federal foi pedido recursos para a construção do Hospital das Moreninhas e também prolongamento da Avenida Ernesto Geisel, além de investimentos para a saúde e infraestrutura, incluindo pavimentação e controle de enchentes.

“A bancada ficou de analisar; eles não deliberaram na nossa presença, mais tarde dão a resposta”, disse Pedrossian ao Jornal Midiamax. No ano passado, Campo Grande recebeu de R$ 80 milhões a R$ 90 milhões em emendas parlamentares.

Durante a manhã, o encontro foi com a ministra (), da pasta da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, mas conforme o secretário, ainda será definido quais medidas serão tomadas. Segundo divulgado pelo prefeito, foi solicitado recursos para infraestrutura e logística no escoamento da produção.

Saúde

Na área da saúde, Pedrossian destacou a reunião que tiveram com o Ministério da Saúde. Na ocasião, Marquinhos tentou viabilizar repasses para a Santa Casa de Campo Grande, que há tempos vem sofrendo problemas financeiros e acarretando atrasos nos salários dos servidores, falta de insumos e etc.

Além disso, foi divulgado que o prefeito cumpriria agenda no Ministério do Desenvolvimento Regional para discutir projetos já em andamento e conseguir recursos para conclusão do PAC Mobilidade Urbana, PAC Pavimentação e Complexo Bálsamo, além de investimento para novos projetos.

O secretário também afirmou que foram discutidos “vários outros projetos” durante a reunião, mas que ainda careciam de deliberação. Além de Marquinhos e Pedrossian, também faziam parte da comissão o secretário da Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fiorese, e a coordenadora especial da Central de Projetos, Catiana Sabadin.

Em Brasília, Marquinhos discute sobre hospital nas Moreninhas e recursos para a Santa Casa
Mais notícias