Política

Bancada federal aprova R$ 772 milhões em emendas e privilegia infraestrutura de MS

Após discussão com prefeitos e lideranças de todo o Estado, a bancada federal de Mato Grosso do Sul aprovou a destinação de R$ 772 milhões para o Estado por meio de 15 emendas parlamentares. A maior fatia foi destinada à Infraestrutura. Do montante, R$ 241 são emendas impositivas que possuem garantia de execução. Conforme divulgado […]

Danúbia Burema Publicado em 01/03/2021, às 07h36 - Atualizado às 10h47

Bancada federal de Mato Grosso do Sul, com deputados e senadores, em reunião com o prefeito da Capital. (Foto Arquivo)
Bancada federal de Mato Grosso do Sul, com deputados e senadores, em reunião com o prefeito da Capital. (Foto Arquivo) - Bancada federal de Mato Grosso do Sul, com deputados e senadores, em reunião com o prefeito da Capital. (Foto Arquivo)

Após discussão com prefeitos e lideranças de todo o Estado, a bancada federal de Mato Grosso do Sul aprovou a destinação de R$ 772 milhões para o Estado por meio de 15 emendas parlamentares. A maior fatia foi destinada à Infraestrutura.

Do montante, R$ 241 são emendas impositivas que possuem garantia de execução.

Conforme divulgado pela senadora Soraya Thronicke (PSL), a conservação e recuperação de estradas sul-mato-grossenses terão prioridade na distribuição dos valores, sendo o destino de R$ 150 milhões.

Na sequência, o projeto de implantação da Sul-Fronteira receberá R$ 90 milhões.

Maiores cidades

As obras de revitalização da sede da Feira Central de Campo Grande receberão R$ 80 milhões. A Capital também deverá receber R$ 20 milhões para obras de drenagem e pavimentação e mais R$ 20 milhões para reforma das UPAS e adaptação da Unidade de Saúde da Moreninha para hospital de cirurgia eletiva e aquisição de equipamentos.

Corumbá e Ponta Porã receberão R$ 16 milhões cada, a serem investidos em obras de drenagem e pavimentação na área urbana.

Três Lagoas, por sua vez, recebeu indicação de R$ 16 milhões para a construção do Anel Rodoviário na BR 262/158.

Já Dourados R$ 25 milhões para obras de drenagem e pavimentação.

As demais emendas serão direcionadas para o Governo do Estado, incluindo o custeio da saúde e a reestruturação e modernização das instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica no Estado.

Foram contemplados ainda projetos da UEMS (Universidade Estadual de MS), aquisição de viaturas e reestruturação e modernização dos campi do IFMS (Instituto Federal de MS).

Jornal Midiamax