Política

Assembleia de MS abre ano legislativo com restrições por pandemia

A Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul) realiza na manhã desta terça-feira (2) a solenidade de abertura do ano legislativo. A cerimônia está marcada para 8h30. O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), antecipou seu retorno das férias e vai participar da solenidade. Até ontem, segunda-feira (1º), a dúvida era se […]

Adriel Mattos Publicado em 02/02/2021, às 07h48 - Atualizado às 08h01

Assembleia Legislativa. (Foto: Aline Kraemer, Alems)
Assembleia Legislativa. (Foto: Aline Kraemer, Alems) - Assembleia Legislativa. (Foto: Aline Kraemer, Alems)

A Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul) realiza na manhã desta terça-feira (2) a solenidade de abertura do ano legislativo. A cerimônia está marcada para 8h30.

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), antecipou seu retorno das férias e vai participar da solenidade. Até ontem, segunda-feira (1º), a dúvida era se Reinaldo voltaria, já que o vice Murilo Zauith (DEM) está em isolamento por ter sido diagnosticado com Covid-19.

O primeiro ato é a evolução das tropas da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), que serão comandadas pela major Natally Braga. Em seguida, o governador passa em revista às tropas e será recepcionado pelo presidente da Alems, Paulo Corrêa (PSDB).

Reinaldo, Corrêa e o presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Carlos Eduardo Contar, hasteiam as bandeiras do Brasil, do Estado e de Campo Grande. Na sequência, cantam os hinos, executados pela banda da PMMS.

No Plenário Deputado Júlio Maia, o governador lerá sua mensagem ao Legislativo. Um deputado da oposição e o presidente da Casa também poderão discursar. Devido à pandemia, as sessões estão sendo realizadas de forma mista, com a presença de cada parlamentar sendo optativa. A alternativa, no caso, é participar via videoconferência.

Ao fim, Corrêa chamará as bancadas para registrar quem serão os líderes. O governo deve indicar Mara Caseiro (PSDB) para suceder Gerson Claro (PP). A primeira sessão ordinária será na quarta-feira (3).

Jornal Midiamax