Política

Assembleia aprova prorrogação de calamidade por Covid-19 em três cidades de MS

A Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul) aprovou três projetos de decreto legislativo na sessão desta quinta-feira (25). Apenas dois deputados estaduais foram contra. Como os efeitos dos decretos anteriores expirou em 31 de dezembro de 2020, a proposta retroage a 1º de janeiro deste ano em Ivinhema, Naviraí e Rio Brilhante. O […]

Adriel Mattos Publicado em 25/02/2021, às 10h29 - Atualizado às 14h43

Foto: Wagner Guimarães, Arquivo, Alems
Foto: Wagner Guimarães, Arquivo, Alems - Foto: Wagner Guimarães, Arquivo, Alems

A Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul) aprovou três projetos de decreto legislativo na sessão desta quinta-feira (25). Apenas dois deputados estaduais foram contra.

Como os efeitos dos decretos anteriores expirou em 31 de dezembro de 2020, a proposta retroage a 1º de janeiro deste ano em Ivinhema, Naviraí e Rio Brilhante.

O motivo ainda é a pandemia de Covid-19, que ainda impacta na economia local. Os prefeitos justificam que os municípios ainda enfrentam consequências e a doença ainda não deu sinais de arrefecimento.

Apenas Capitão Contar (PSL) e João Henrique Catan (PL) votaram contra a medida. Campo Grande, Terenos, Costa Rica, Ladário e Batayporã já receberam autorização para prolongar a calamidade.

Jornal Midiamax