Política

Após um mês e meio de recesso, deputados voltam ao trabalho na terça-feira

Solenidade que marca o retorno dos deputados ao trabalho após recesso legislativo será realizada a partir das 8h45, em Campo Grande.

Jones Mário Publicado em 31/01/2021, às 16h37 - Atualizado às 16h48

Plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (Foto: Wagner Guimarães/TV Alems)
Plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (Foto: Wagner Guimarães/TV Alems) - Plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (Foto: Wagner Guimarães/TV Alems)

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul volta ao trabalho nesta terça-feira (2), depois de um mês e meio de recesso parlamentar. A solenidade que marca o retorno será realizada a partir das 8h45, na sede do Legislativo, localizada no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Ainda resta indefinição sobre a participação – ou não – do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Ele está de férias e, a menos no papel, tem retorno previsto somente para quinta-feira (4). Pela Constituição, é praxe o chefe do Executivo apresentar sua mensagem durante a sessão.

Sem Reinaldo, quem governa o Estado é o vice Murilo Zauith (DEM). Porém, o democrata ainda se recupera de infecção pela covid-19 e chegou a “passar o bastão” de governador para o presidente da Assembleia, Paulo Corrêa (PSDB), durante a última semana. Inclusive, Zauith tem despachado em regime de home office, uma vez que deve respeitar isolamento.

O roteiro da cerimônia de reabertura dos trabalhos da Assembleia prevê que o governador passe em revista às tropas da Polícia Militar e, em seguida, participe do hasteamento das bandeiras do Brasil, de Mato Grosso do Sul e de Campo Grande. A sessão solene deve começar às 9h, com a leitura da mensagem do chefe do Poder Executivo.

A Casa de Leis volta do recesso ao trabalho em regime híbrido, ou seja, é facultado aos deputados a participação presencial. Quem optar poderá integrar a sessão por videoconferência. Segue vetada a entrada do público no plenário, bem como a realização de audiências públicas, a fim de frear o contágio pelo novo coronavírus.

Jornal Midiamax