Vereadores aprovam criação de mapa da violência em Campo Grande

Também foi analisada medida que prevê carteira de identificação para pessoa com autismo

Foi aprovada na , nesta quinta-feira (13), a criação de um mapa da violência na cidade, para ser preenchido com informações sobre ações municipais e contemplar banco de dados com tipificações criminais. O projeto de lei foi apresentado pelos vereadores Willian Maksoud (PTB), mas foi assinado pela Casa de Leis.

Segundo o texto, o mapa será fundamental para “demonstrar o andamento da criminalidade e poderá qualificar as operações de combate ao crime”. A partir da coleta de dados, será feita uma formação técnica para que diminuição da violência, promete o projeto, que ainda será discutido em segunda votação e, posteriormente, analisado pela .

Ainda na sessão desta quinta-feira, os vereadores analisaram a criação de uma carteira de identificação para pessoa com transtorno do espectro autista, que tem o objetivo de garantir aos acompanhantes o direito a vagas reservadas para pessoas com deficiência. De autoria do vereador Papy (SD), o projeto também foi assinado pelo Enfermeiro Fritz (PSD).

 

Vereadores aprovam criação de mapa da violência em Campo Grande
Mais notícias