‘Vamos cuidar da população’: Prefeito de Campo Grande mantém e amplia quarentena

Na quinta, sexta, sábado e domingo desta semana, o toque de recolher será das 20h às 05h

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), anunciou em coletiva de imprensa nas redes sociais que manterá e ampliará a quarentena na Capital. A partir de quinta-feira (26), o toque de recolher será das 20h às 5h da manhã do dia seguinte, como havia adiantado o prefeito ao Midiamax.

Segundo o prefeito, o disque denúncia da prefeitura tem recebido de 200 a mil ligações por dia de moradores denunciando comércios de bairros que insistem em permanecer abertos após o horário estabelecido por decreto e aglomerando pessoas.

A medida é para evitar aglomerações e consequentemente a contaminação pelo Covid-19, o novo coronavírus. Marquinhos ainda pontua que, o comércio ou morador que for flagrado aberrou ou na rua após o toque de recolher, será preso.

“Vamos cuidar da população. Se for preso, vai ter que contatar um advogado e o comércio que estiver desrespeitando o decreto terá o alvará de licença cassado”, afirmou em vídeo nas redes sociais. Mais de 20 cidades de Mato Grosso do Sul já adotaram a mesma forma de prevenção.

De acordo com o decreto que detalhou ampliação do toque de recolher, nessa semana, dos dias 26 a 29 de março, a proibição de sair às ruas começa às 20h, já entre os dias 30 de março e 5 de abril, o toque de recolher volta a ter início às 22h.

Vale lembrar que em nova atualização do boletim epidemiológico da SES (Secretaria do Estado de Saúde) nesta quarta-feira (25) sobre o novo coronavírus, o Covid-19, trouxe uma boa notícia. O número de casos suspeitos sofreu queda, saindo de 38 para 34 casos, enquanto os casos confirmados se mantiveram em 24 em Mato Grosso do Sul. 

Mais notícias