Valdir Gomes se despede do PP e diz que deixa partido para viabilizar reeleição

Vereador deve se filiar ao PSD

O vereador Valdir Gomes (atual PP) se despediu nesta terça-feira (10) do partido, após fazer o anúncio de que deixaria a sigla para migrar para o PSD. O parlamentar informou que o principal motivo é viabilizar a reeleição à Câmara Municipal de Campo Grande.

“Gostaria de agradecer ao Cazuza pela paciência e compreensão que sempre teve comigo, mas preciso buscar um caminho novo. Espero estar no ano que vem nesta Casa, assim como espero que você esteja aqui nesta Casa também”, disse ao presidente municipal do PP.

Valdir disse não levar mágoas da sigla, apenas ‘gratidão’. “Brigamos muito, mas no bom sentido. Só não atingi o meu objetivo”, declarou. Na última semana, Gomes afirmou que gostaria de ter sido indicado o pré-candidato do partido para disputar a Prefeitura nestas eleições.

Cazuza agradeceu ao colega de bancada. “Você é uma pessoa especial, que quando coloca meta na vida, consegue. É uma pessoa determinada e de sabedoria”.

No entanto, Gomes não deve se filiar imediatamente ao PSD, conforme já havia anunciado. O parlamentar deve ficar até o final da janela partidária, no dia 6 de abril, sem partido.

Convites

O vereador negou que deixar de realizar a imediata filiação ao PSD tenha a ver com a espera de convites de outros partidos, feitas até mesmo após o anúncio nesta terça na Casa.

Presidente municipal do PSDB, o vereador João César Mattogrosso convidou o vereador para a sigla. “Nunca vou deixar o PSDB e deixo o convite aqui para o Valdir Gomes vir para o ninho tucano. Outros colegas, também. Até o dia 6 de abril é possível. Estamos abetos para quem quer mudar para um partido que tem espaço”.

Veterinário Francisco (PSB) também convidou os vereadores para o partido. “Todo mundo está convidando, vou convidar também”, brincou.

Valdir Gomes se despede do PP e diz que deixa partido para viabilizar reeleição
Mais notícias