Senadora Simone Tebet defende que cada estado flexibilize regras da quarentena

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) defende que cada estado avalie sua flexibilização em relação as medidas, entre elas a de isolamento, no confronto a pandemia do novo coronavírus. Ainda de acordo com a senadora, em publicação no Twitter na noite desta quinta-feira (26), saúde e economia sempre caminharam juntas.

O comentário da senadora é em relação ao decreto do presidente Jair Bolsonaro, que incluiu como por exemplo, práticas religiosas em decreto de atividades essenciais. Em relação ao decreto federal,  o prefeito Marquinhos Trad (PSD), no âmbito municipal, anunciou a reabertura de restaurantes, casas lotéricas, indústrias, igrejas e construção civil seguindo regras específicas. 

Leia a postagem:

Não é preciso escolher, porque não são excludentes. Saúde e economia sempre caminharam juntas e assim continuarão ….

Quarentena não significa 40 dias. Semana a semana, cada Estado vai avaliar sua flexibilização.

Em outra postagem Simone, lembra que o Congresso Nacional vem aprovando mais recursos para a saúde e subsídios para empresas. Leia a postagem:

Enquanto isso, o CN está aprovando mais recursos para a saúde, subsídios para empresas e suspensão de pagamento de tributos e ajuda financeira para os trabalhadores informais.

Nesta quarta-feira (25), a senadora que também é presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, disse que o presidente Jair Bolsonaro ‘errou no timing, na forma e no conteúdo’ ao realizar o pronunciamento em rede nacional defendendo o não isolamento da população por conta do novo coronavírus.

Mais notícias