Projeto de lei quer tornar obrigatória cirurgia plástica reconstrutiva e prótese testicular pelo SUS

Caso aprovado, lei seria para homens que tiveram câncer no testículo

Projeto de lei pretende tornar obrigatório em , cirurgia plástica reconstrutiva total ou parcial, através de prótese testicular, pela rede de unidades integrantes do SUS (Sistema Único de Saúde).

A proposta apresentada pelo deputado (Republicanos) tratar sobre casos de mutilação do testículo, decorrentes de tratamento de câncer. 

Segundo o texto apresentado, quando existirem condições técnicas, a reconstrução testicular será efetuada no tempo cirúrgico da mutilação. No caso de impossibilidade de reconstrução imediata, o paciente será encaminhado para acompanhamento e terá garantida a realização da cirurgia imediatamente após alcançar as condições clínicas requeridas. 

Vaz justifica no projeto de lei que visa garantir o bem-estar psicoemocional e físico dos pacientes que sofreram mutilação testicular em decorrência do tratamento de câncer. “Os tumores nos testículos representam 5% do total de casos de câncer entre os homens brasileiros, de acordo com o Inca (Instituto Nacional do Câncer), apesar de rara, é uma doença que acomete homens em idade produtiva – entre 15 e 50 anos”.

A proposta precisa passar pela análise da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) para depois ir à votação em plenário. 

Projeto de lei quer tornar obrigatória cirurgia plástica reconstrutiva e prótese testicular pelo SUS
Mais notícias