Rodrigo Maia manifesta solidariedade à família de Bebianno

"Tivemos um relacionamento muito respeitoso", disse o presidente da Câmara em sua conta no Twitter

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) lamentou neste sábado (14) a morte do advogado Gustavo Bebianno, ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência, em sua conta no Twitter.

“Lamento muito a morte precoce do Gustavo Bebianno. Tivemos um relacionamento muito respeitoso e ele sempre se mostrou correto e equilibrado no trato dos assuntos”, escreveu Maia em sua rede social. “Seria mais um bom quadro para a disputa na nossa cidade do Rio. Meus sentimentos aos seus familiares”, acrescentou.

Coordenador da campanha de Bolsonaro em 2018, Bebianno morreu aos 56 anos na madrugada deste sábado em Teresópolis, de acordo com informações da Agência Estado. Segundo a agência, o presidente estadual do PSDB, Paulo Marinho, disse que Bebianno estava em um sítio com seu filho quando se sentiu mal, por volta das 4h. Marinho ainda disse que ele foi levado a um hospital da cidade, onde teria tido um ‘infarto fulminante’.

O vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB-PR), também lamentou mais cedo a morte de Bebianno em suas redes sociais. “Transmito meus pêsames à família de Gustavo Bebianno, que esteve conosco desde os primeiros momentos da campanha vitoriosa de Bolsonaro. Eventualmente, a política nos afasta, mas não apaga jamais o bom combate que travamos juntos”, tuitou o vice. 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ainda não se manifestou oficialmente sobre a morte de seu ex-ministro.

Rodrigo Maia manifesta solidariedade à família de Bebianno
Mais notícias