Salineiro confirma conversa com DEM e pode assumir legenda após deixar PSDB

Anúncio, no entanto, deve ser feito nos próximos dias

Ainda no PSDB, o vereador André Salineiro admite conversas com o DEM, que em Mato Grosso do Sul tem como principais lideranças a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o vice-governador Murilo Zauith.

Nos bastidores, a ida é dada como certa e ele, inclusive, assumiria a presidência municipal. O parlamentar, no entanto, afirma que a questão “não está definida ainda”. “Realmente há conversa com o DEM, contudo a definição será nos próximos dias”. No começo de março abre-se a janela partidária, período em que os parlamentares municipais poderão deixar as legendas e seguir para outras, sem risco de perda de mandato.

Apesar de dizer que ainda não definiu se disputará a reeleição ano que vem, Salineiro confirma a proximidade com a legenda que, além dos nomes já citados, conta com os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado.

Compondo a maior bancada do Legislativo municipal, André se posiciona, muitas vezes, contrário aos demais vereadores do PSDB e a saída dele do ninho tucano já é dada como certa pelo presidente municipal, vereador João César Matogrosso.

Mais votado entre os vereadores eleitos em 2016, o vereador disse que não tem “nenhuma insatisfação” com o PSDB. “Saio pela porta da frente, sem mágoas”. Quanto aos posicionamentos diferentes, disse ser contra votações em bloco ou votar de acordo com o líder da bancada. “Meu líder é quem me colocou lá dentro, o eleitor”.

Vinicius Siqueira, do DEM, presidiu a legenda até 2019 – hoje a sigla está sem comando. Indagado sobre quem deve assumir o cargo, o parlamentar respondeu que espera que seja André Salineiro. “Torço por ele”.

Mais notícias