Política

Podemos empossa diretórios e mira prefeituras de Campo Grande a Tacuru

Após oficializar seus diretórios regional e municipal de Campo Grande em eventos nesta semana, o Podemos anunciou a intenção de disputar 17 prefeituras em Mato Grosso do Sul nessas eleições 2020, incluindo a Capital e municípios mais distantes, como Tacuru. Na disputa proporcional, que neste ano pela primeira vez proibirá coligações, a legenda adiantou ter […]

Danúbia Burema Publicado em 08/05/2020, às 17h16 - Atualizado em 09/05/2020, às 07h23

(Divulgação)
(Divulgação) - (Divulgação)

Após oficializar seus diretórios regional e municipal de Campo Grande em eventos nesta semana, o Podemos anunciou a intenção de disputar 17 prefeituras em Mato Grosso do Sul nessas eleições 2020, incluindo a Capital e municípios mais distantes, como Tacuru.

Na disputa proporcional, que neste ano pela primeira vez proibirá coligações, a legenda adiantou ter 20 chapas de pré-candidatos a vereador, somando mais de 500 nomes. Destes, 183 mulheres são de mulheres. Ao todo, a legenda tentará expandir a representação atual de 21 vereadores em 14 municípios, mais uma vice-prefeitura, para nomes em 34 cidades.

“Temos 10,3 mil filiados com um crescimento de 1000%”, afirmou o presidente regional Sérgio Murilo, sobre o trabalho realizado no último ano. Conforme a legenda, 49 diretórios estão devidamente constituídos e outros 11 aguardam serem oficializados.

As candidaturas majoritárias estão previstas para Campo Grande, Dourados, Aparecida do Taboado, Bela Vista, Coronel Sapucaia, Corguinho, Coxim, Douradina, Eldorado, Ivinhema, Juti, Naviraí, Paranaíba, São Gabriel do Oeste, Sonora, Santa Rita do Pardo e Tacuru.

Cerimônias de posse

Na última terça-feira (5), o Podemos empossou sua executiva estadual, que continua a cargo do engenheiro Sérgio Murilo. Além dele, integram o diretório Issam Moussa, como vice-presidente; Juliana Padilha, 2ª vice; Edgar Paulo Marcon, 3º vice; professor Osvaldo Ramos, secretário-geral; Djenane Nogueira, 1ª secretária; José Florência de Melo Irmão, 2º secretário; Edson Dantas, tesoureiro e Allison Lopes, tesoureiro-adjunto.

Na Capital, o partido pretende lançar o nome de Sérgio Murilo como candidato a prefeito, além de emplacar três vereadores e alcançar a marca de 17,7 mil filiados. Para o presidente do diretório municipal, Wilson Farinha, além dos planos na majoritária, as candidaturas femininas são expressivas.

“São 16 mulheres pré-candidatas. São empresárias, pastoras, professora, pedagoga, delegada, enfermeira e funcionárias públicas. Nenhuma está aqui para preencher cotas. Elas são fortes e têm potencial para vencer as eleições. Nossa chapa pode surpreender. Não tem ninguém com mandato”, afirmou, sobre a aposta em novos nomes.

Jornal Midiamax