Odilon diz que não disputará Prefeitura de Campo Grande, mas não descarta 2022

Anúncio foi feito nesta terça-feira

Pelas redes sociais, o juiz aposentado Odilon de Oliveira anunciou que não deve disputar as eleições deste ano à Prefeitura de Campo Grande. Odilon foi o segundo candidato mais votado em 2018, com 47,65% dos votos ao governo do Estado.

“Amigos, informo a todos que não serei candidato nas eleições deste ano. Há dois anos, com o apoio de vocês, obtivemos 47,65% dos votos para governador do Estado. Essa confiança e amizade espero manter até 2022. Neste ano estou focando na advocacia e também em apoiar candidatos a prefeito e vereador em todos os municípios do Estado, além de focar na reeleição do vereador Odilon de Oliveira Jr., meu filho”, anunciou.

Odilon declarou que segue sem partido, após deixar o PDT neste ano por desavenças internas, e que também não dará seu apoio a nenhuma sigla, apenas a “candidatos limpos e comprometidos com a democracia e o bem-estar social”.

“A situação que o mundo passa, com esta pandemia, mostrou que é preciso reavaliar o modo de viver em sociedade. Espero que todos fiquem bem e a nossa caminhada continua. Abraços. Juiz Odilon”, finalizou.

Odilon diz que não disputará Prefeitura de Campo Grande, mas não descarta 2022
Mais notícias