“O senhor que me demita, presidente”, diz Mandetta em discussão com Bolsonaro

O site da revista Veja publicou na coluna Radar nesta sexta-feira (03) que o presidente Jair Bolsonaro disse para o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pedir demissão do cargo. Em um jantar com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Mandetta comentou sobre a conversa que teve por telefone com Bolsonaro.

“O senhor que me demita, presidente”, respondeu o ministro. Ainda segundo a coluna Radar, Mandetta disse que a situação com o presidente era “insustentável” e que atingiu seu limite após críticas do presidente. A conversa então teria ficado mais ríspida e Mandetta falou para Bolsonaro se responsabilizar pelas mortes causadas pela pandemia do novo coronavírus.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (02) que falta humildade ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mas não pretende demiti-lo. Bolsonaro argumentou que não irá demitir o ministro da Saúde durante a “guerra”, em referência à atuação dele contra a pandemia do novo coronavírus, mas admitiu publicamente que tem tido problemas com o auxiliar.

“Não pretendo demiti-lo durante a guerra”, disse Bolsonaro, em entrevista ao programa Pingo nos Is, da Rádio Jovem Pan, ao não garantir a permanência dele à frente da pasta após a pandemia.

“O senhor que me demita, presidente”, diz Mandetta em discussão com Bolsonaro
Mais notícias