Não saio do PP se for para ser ‘escada’ de homem, diz Dharleng Campos

Hoje, a parlamentar está no PP e destaca convites para entrar no PSD, PSDB e MDB

“Não vou ser escada para homem”, afirmou a vereadora Dharleng Campos (PP) a respeito de eventual migração de partido. Ela afirma que a decisão sobre mudança partidária passará pela discussão sobre viabilidade de candidaturas de mulheres.

Apesar de, em outras ocasiões, demonstrar descontentamento com o PP por ainda não ter definido as direções na eleição deste ano, a parlamentar afirma que a intenção é permanecer na sigla. Notícia mais recente do Progressistas envolve a reunião, marcada no começo do mês para 15 de fevereiro, que foi cancelada sem uma nova data definida.

“Eu não quero sair do meu partido, mas eu ainda preciso entender como ele vai ficar”. Dharleng disse que, entre os convites recebidos, há do PSD, MDB e PSDB, “que são propostas muito boas”. A decisão, no entanto, sairá entre esta e a próxima semana. “Hoje minha proposta não é entrar em um partido que eu vá ser escada para outro homem. Se eu tiver que ajudar alguém com meu voto, que seja mulher”.

A atual legislatura conta com duas mulheres, além de Dharleng Campos, a vereadora Cida Amaral (Pros). No mandato passado, a Câmara Municipal chegou a ter cinco vereadores eleitas. Na Assembleia Legislativa, não há nenhuma representante.

Mais notícias