MS fica 6 dias ‘sem comando’ com viagem de Reinaldo para pescaria chique na Argentina

Viagem aconteceu quatro meses após governador tirar férias oficialmente; em outras oportunidades, ele já havia comentado sobre hobby de pescarias na Argentina

Mato Grosso do Sul ficará sem a presença de um chefe de Executivo por seis dias com a viagem do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para uma pescaria com amigos na Argentina, conforme traz reportagem do Jornal Midiamax nesta quinta-feira (9). A previsão, de acordo com o apurado, é que Reinaldo retorne ao Estado apenas no sábado (11).

A ‘pescaria chique’ acontece no rio Paraná, na província argentina de Corrientes. Fora do país, Reinaldo não deixou oficialmente nenhum substituto no Mato Grosso do Sul, já que não há nenhuma publicação com designações nesse sentido no DOE (Diário Oficial do Estado). Ele também não formalizou nenhum pedido de férias. O governador não é visto em agendas públicas no Estado desde o dia 19 de dezembro.

Questionada desde segunda-feira (6) sobre os compromissos do governador, a assessoria pontuou
de que Reinaldo estaria em agenda interna. “Reforçamos que o governador tem reservado os primeiros dias do ano, como em anos anteriores, para atender demandas e pedidos de agendamento de reuniões. Além disso, ele tem se encontrado com secretários e gestores do Governo. Esses encontros não necessariamente acontecem na governadoria”, trouxe a nota.

Vale lembrar que, desde a segunda-feira, o DOE traz a publicação de decretos, como se o governador estivesse assinado-os no gabinete. Não há menções, no site do Governo de MS, a nenhuma agenda interna ou externa; ou, ainda, à qualquer viagem oficial.

Após a publicação da primeira reportagem, o Jornal Midiamax voltou a questionar oficialmente o Governo. Dentre as solicitações, estavam por que o governador não oficializou pedido de férias à Assembleia Legislativa; se a viagem à Argentina é tratada como oficial; e, em caso da viagem ser basicamente descanso durante dia útil de trabalho, se o governador terá os pontos descontados de seu salário. Até a publicação desta matéria não houve resposta.

Pescaria esportiva é hobby antigo de Reinaldo

Entre os amigos do governador que participam do grupo de pesca, há empresários de vários setores e membros do alto escalão do Executivo. Há um ano, em agenda oficial sobre a implantação da Cota Zero no Estado, ele comentou sobre o hobby de ir até a Argentina para pescar na modalidade pesque e solte.

“A pesca esportiva é apaixonante, você fisgar um dourado e devolvê-lo ao rio, depois de tirar uma foto, esse é o maior troféu que você leva”, disse Reinaldo Azambuja em evento realizado em Campo Grande com outros pescadores esportivos. O dourado é famoso por ser o Rei do Rio e está cada vez mais raro, devido a pesca predatória.

Assim como a Cota Zero implantou em Mato Grosso do Sul, a pesca do dourado é proibida na Argentina. Ainda assim, segundo material lançado pelo próprio Governo, ele visitou os país vizinho por 10 anos seguidos antes de assumir a chefia do Executivo estadual.

*Atualizada às 20h para correção de informação.

Mais notícias