Moradores protestam na Câmara após veto de asfalto do Porto Galo

Cerca de dez pessoas carregavam faixas

Com faixas personalizadas, cerca de dez pessoas protestaram nesta segunda-feira (3) durante o retorno do recesso parlamentar na Câmara de Campo Grande solicitando asfalto no Porto Galo. Havia previsão com emenda ao orçamento, aprovada na Casa no ano passado, mas vetada pela administração municipal.

Outro ponto a ser asfaltado foi o Joana D’Arc. A Câmara de Campo Grande aprovou, em duas sessões extras em dezembro, a LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2020, peça que define diretrizes, investimentos e receita deste ano com 330 emendas. Apesar de numerosas, as emendas representam R$ 144 milhões do total, que é de R$ 4,3 bilhões.

Uma delas estipulou a previsão de suplementação da Prefeitura em até 5% sem necessidade de autorização da Câmara. O município havia pedido suplementação de 15% para remanejamento de recursos sem autorização da Casa. Outra emenda de destaque foi a do Fmis (Fundo Municipal de Investimento Social), que prevê 5,2 milhões para vereadores destinarem à assistência social.

Comparada com 2019, a LOA deste ano prevê 7% de crescimento.

Moradores protestam na Câmara após veto de asfalto do Porto Galo
Mais notícias