Mesmo com alerta, coronavírus não deve afetar tramitação da reforma, dizem deputados

Fábio Trad diz que existe apreensão sobre o assunto

Os deputados federais de Mato Grosso do Sul não acreditam que um possível surto de coronavírus no Brasil vá atrapalhar nas pautas e nos prazos de votação das reformas, como a tributária, por exemplo. O Brasil tem 132 casos suspeitos do Covid-19 em 16 Estados, sendo 6 casos em Campo Grande.

Mesmo com alerta, coronavírus não deve afetar tramitação da reforma, dizem deputados
Deputado federal Fábio Trad. (Cláudio Basílio, PSD/Câmara).

Fábio Trad (PSD) diz existir uma apreensão. “Tudo vai depender da extensão e gravidade da epidemia. Acho até que se houver algum caso detectado nas instalações da Câmara ou do Senado, a agenda legislativa fica comprometida, até porque lá trabalham pessoas que se enquadram na situação de vulnerabilidade. Existe sim uma apreensão”, definiu.

Loester Trutis (PSL) afirmou que as suspeitas e alertas do coronavírus não devem afetar a agenda de trabalho dos parlamentares em Brasília. “Nenhum dos outros brasileiros vai parar de trabalhar, porque nós de Brasília vamos ter que parar de trabalhar por conta do coronavírus?”, questionou.

Trutis chama atenção para outra doença nesta época do ano. “A dengue já matou mais gente no Brasil do que o coronavírus”. Para ele “os cidadãos comuns têm que ficar mais preocupados com a dengue e tomar os cuidados básicos do coronavírus e todo tipo de influenza”. 

Também do PSL, Luiz Ovando acha que o coronavírus não vai atrapalhar nos prazos de votação. “Só se deputado tiver acometido, fora isso, acredito que tudo vai ser votado até o fim do ano”. 

Mesmo com alerta, coronavírus não deve afetar tramitação da reforma, dizem deputados
Deputado federal, Dagoberto Nogueira. (Marcos Ermínio, Midiamax)

De acordo com a avaliação de Dagoberto Nogueira (PDT), o coronavírus não vai interferir em nada no Congresso, a não ser que tenha pedido de recursos extraordinários para a situação. “Se tiver alguma legislação que interfira diretamente nessa situação, aí vai ter urgência no Congresso, como já teve, inclusive autorização para buscar o pessoal. Mas não acredito em antecipação de votação por conta do coronavírus e o Congresso vai tocar normalmente com as pautas para serem votadas até o fim do ano”.

Mesmo com alerta, coronavírus não deve afetar tramitação da reforma, dizem deputados
Deputado federal Vander Loubet (Henrique Arakaki, Midiamax)

Vander Loubet (PT) também não acha que o coronavírus vá influenciar a pauta e o calendário do Congresso Nacional. “Não acho que o coronavírus seja um fator que vá influenciar o andamento dos projetos no Parlamento. Acredito que os governos, tanto o federal quanto os estaduais e municipais, precisam tomar as precauções necessárias, seguir os procedimentos orientados pela Organização Mundial da Saúde. Não podemos criar pânico nem alarde, mas também não podemos nos descuidar”.

Mesmo com alerta, coronavírus não deve afetar tramitação da reforma, dizem deputados