Marquinhos garante que não vai demitir convocados e nem reduzir salários por enquanto

‘Se for necessário reduzir, não vai ser maior que 30%, disse

Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) garantiu nesta sexta-feira (17) que não deve demitir os professores da Reme (Rede Municipal de Ensino) e que também não há, por enquanto, previsão na redução dos s.

“Isso tudo que estão espalhando não é verdade. De imediata, não terá corte nos s e nem . Se for necessário, será redução de no máximo até 30%, como foi no do prefeito e nas gratificações. Não tem isso de 40%, 50%, 70%. Não acreditem nisso”, reforçou.

O prefeito agradeceu a atuação dos servidores. “Muito embora a lei determine o ensalamento estão trabalhando sim, não é verdade que estejam ociosos ou de férias. Estão cumprindo o cronograma didático estabelecido pela Semed. Eu deixo o meu agradecimento a todos que estão neste contato com os alunos neste momento, superando este momento de crise”, comentou.

de s

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciou na terça-feira (14) que vai reduzir em 30% o de todos os servidores comissionados da prefeitura com funções gratificadas. A medida é em decorrência da crise econômica imposta pelo novo coronavírus.

Os detalhes a respeito dos impactos nos rendimentos dos servidores foram publicados em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). O texto do decreto traz determinação para redução de 30% no do Prefeito, Vice-Prefeita, Chefe de Gabinete, Secretários, Diretores Presidentes, Subsecretários e Subprefeitos, bem como aos seus respectivos adjuntos, além de determinar a redução de 30% nas gratificações pagas ao servidores, tanto comissionados quando efetivos. Segundo o prefeito, a redução não afetará servidores da área da saúde, segurança e assistência social.

Marquinhos garante que não vai demitir convocados e nem reduzir salários por enquanto
Mais notícias