Maioria dos candidatos em Campo Grande é homem, branco e com mais de 40 anos

Apenas duas mulheres vão para disputa das eleições 2020 e três candidatos tem menos de 40 anos

A maioria dos candidatos a prefeito de Campo Grande é homem, entre 32 e 67 anos de idade, e branco. Essas informações, bem como o patrimônio de cada um, estão no Divulgacand – sistema do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) no qual as candidaturas são registradas. Boa parte é advogado, cuja maioria já exerce cargos eletivos, psicólogos, engenheiros e empresário.

Por ordem alfabética, Cris Duarte é a candidata do PSOL e é a única com chapa formada somente por mulheres. Psicóloga, a candidata tem 46 anos e sua candidata a vice-prefeita é Val Eloy Amado. O deputado federal Dagoberto Nogueira, candidato do PDT ao Paço Municipal, tem 65 anos.

O Podemos também lançou uma mulher, a delegada da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul Sidenéia Tobias, que tem 55 anos. O postulante do PP, Esacheu Nascimento, presidente licenciado da Santa Casa, tem 67 anos. Do Partido Novo, Guto Scarpanti tem 38 anos de idade e é empresário.

Mais novo entre os 14 candidatos, o deputado estadual João Henrique Catan (PL) tem 32 anos e é advogado. Do PV, o engenheiro Marcelo Bluma tem 58 anos, e Marcelo Miglioli, 49 anos. Também deputado estadual, Márcio Fernandes, tem 41 anos.

Em busca da reeleição, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) tem 56 anos e é advogado. Pecuarista, Paulo Matos, 55 anos de idade, do PSC. Pedro Kemp é deputado estadual, 58 anos. Ele é formado em Psicologia. Do Avante, Sérgio Harfouche tem 57 anos e é procurador do Ministério Público, licenciado para disputa pela Prefeitura de Campo Grande.

Exceto Bluma e , o restante declarou raça branca.

Registrada, candidatura está na Justiça

O deputado federal (do PSL, com a candidatura sub judice) teve a candidatura barrada pela Justiça, por causa de ação do vereador Vinícius Siqueira, que deve ser considerado nome do partido na disputa. Contudo, declarou à Justiça Eleitoral ter 38 anos de idade. A decisão que manda o PSL substituir o candidato foi publicada neste domingo, portanto, ainda não há registro de Siqueira.

Maioria dos candidatos em Campo Grande é homem, branco e com mais de 40 anos
Mais notícias