Justiça decide que Marcio Fernandes não poderá veicular propaganda contra prefeito

Vídeo foi veiculado no horário da propaganda eleitoral gratuita nas emissoras de Campo Grande

Juízo da 8ª Zona Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de determinou que o candidato a prefeito de Campo Grande, Marcio Fernandes (), retire de circulação um vídeo da campanha eleitoral contra o atual prefeito da Capital e candidato a reeleição, Marquinhos Trad ().

Segundo a decisão, assinada pelo juiz eleitoral Paulo Afonso de Oliveira, Fernandes e sua vice, Juliana Zorzo (), deverão retirar a propaganda e se abster de veiculá-la novamente. Em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 5 mil.

A propaganda eleitoral, veiculada em três emissoras de televisão de Campo Grande, durante o horário reservado, falava sobre a suposta exoneração de professores dos Apes (Apoio Pedagógico Especializado) da Capital.

“Assim, aparentemente, o vídeo contém afirmação sabidamente inverídica, com a intenção de macular a imagem do candidato à reeleição, pois afirma que foram exonerados servidores e que o representante tratou a pessoa com sarcasmo, violando o disposto no Art. 58 da Lei de Eleições”, descreve a decisão, publicada nesta segunda-feira (26).

Agora, o candidato do tem até dois dias para apresentar a defesa e, após este prazo, o Ministério Público Eleitoral deve emitir um parecer.

*Matéria alterada às 18h08 para correção de informação. 

Justiça decide que Marcio Fernandes não poderá veicular propaganda contra prefeito
Mais notícias